Civilização

Saímos do nosso querido Primeiro Mundo rumo a um país desconhecido. Deixamos para trás o choque de encontrar garrafas de água em Frankfurt a preço de ouro e caras aborrecidas por todo o lado para entrarmos num país, onde, até agora, nem uma garrafa de água compramos. Oferecem-nos água engarrafada, selada, em todos os sítios…

Identidade

Hoje, no livro das caras, apareceu um texto que publiquei há três anos. Descrevia, em resumo, como podemos ter coisas mais ou menos, como uma casa ou um carro, mas que não podemos ser mais ou menos. Ser mais ou menos felizes, ou honestos. Ou até acreditar mais ou menos nos nossos sonhos… O que…