Amizade

AdriAna. Amizade. Aquele laço que se cria e vai ficando, entre pessoas diferentes que se identificam. Faz-se de momentos e experiências, de sunsets à beira rio numa esplanada qualquer, rindo de nadas e falando de tudos. Vive-se de olhares que se compreendem e momentos em que sentimos alegria pelos sucessos e choramos baba e ranho pelos insucessos. Inclui um pote de desejos, com mensagens manuscritas, que me fizeram chorar compulsivamente em dias tristes, conforme lia, em letra azul, carregada de carinho: «Espero que sorrias sempre». Dias em que sorrir aquele sorriso era tudo o que eu queria, era tudo o que eu não conseguia fazer… Nesses dias negros de incerteza, estiveste por aqui, à minha volta (em todo o lado!) pacientemente, falando de nadas que significavam tudo. O meu sorriso voltou (aquele, o que condiz com o olhar e com o que me vai na alma, lembras-te Dri?), e a verdade é que é essa a mensagem que tenho para ti hoje: desejo-te o teu sorriso! Aquele tímido e mágico, decidido e de quem não sabe o que quer. Aquele que conforta entre uma voz com um toque madeirense e nortenho: algo bem genuíno afinal! E desejo também, continuar por perto. Nestes dias frios e nos de calor, nos dias de chazinho e pingo clarinho e nos de caipirinhas e sangria. Nos dias em que não apetece fazer nada, e naqueles em que vamos fazer tudo (mas acabamos por não fazer nada na mesma). Até já, querida amiga!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s